Wednesday, September 30, 2009

post padrão

Desisto de ser anônimo, me responda, do que adianta? Nada mais me completa, nada parece ser o certo, cade meus objetivos que pareciam ser tão claros e que me davam vontade de levantar e lutar para que todos fossem alcançados. Nada disso me pertence agora, desisto! Dos objetivos, de pessoas, de amigos, de inimigos, de sonhos, de desejos, de viagens, de orkut, de tudo. Me sinto vazio agora, mas logo isso passa, não é? Acredito que sim, acredito também que novos sonhos virão, novos desafios e novos amigos (ah, e como preciso deles). Esperar para conseguir algo nunca foi meu forte, sempre quis tudo ali, na mesma hora e quando não conseguia me sentia muito mal, achava que tinha fracassado em alguma coisa mas essa agonia agora não me atinge, com o tempo nós aprendemos que tudo é relativo e o que parece ser essencial, na verdade não passa de capricho, (você deve estar pensando: -Que coisa velha para se falar) mas lembre-se de que os mais velhos são muito mais sábios do que parecem, ligado à isso, me atrevo a dizer que ditados populares são tão sábios quanto, e tem um que se encaixa perfeitamente agora e vou terminar meu post com ele.

"O melhor da festa é esperar por ela"

Por isso eu espero, afinal, o que tiver que ser... será!

1 comment:

  1. o melhor da festa é esperar por ela
    concordo plenamente.

    ReplyDelete